Quais fatores estão associados ao tromboembolismo pulmonar? - ICOR - Instituto do Coração de Passo Fundo-RSICOR – Instituto do Coração de Passo Fundo-RS

Quais fatores estão associados ao tromboembolismo pulmonar?

voltar

Os principais fatores de risco para tromboembolismo pulmonar (TEP) são:

Fatores de risco fortes (OR>10):
. Fratura de membro inferior
. Hospitalização por insuficiência cardíaca ou fibrilação / flutter atrial (nos últimos 3 meses)
. Substituição de quadril ou joelho
. Trauma grave
. Infarto do miocárdio (nos últimos 3 meses)
. TEP prévio
. Lesão da medula espinal

Fatores de risco moderados (OR 2-9):
. Cirurgia artroscópica do joelho
. Doenças autoimunes
. Transfusão de sangue
. Linhas venosas centrais
. Cateteres intravenosos e eletrodos
. Quimioterapia
. Insuficiência cardíaca congestiva ou insuficiência respiratória
. Agentes estimuladores da eritropoiese
. Terapia de reposição hormonal (depende da formulação)
. Fertilização in vitro
. Terapia anticoncepcional oral
. Período pós-parto
. Infecção (especificamente pneumonia, infecção do trato urinário e HIV)
. Doença inflamatória intestinal
. Câncer (maior risco de doença metastática)
. AVC paralítico
. Trombose de veia superficial
. Trombofilia

OR = odds ratio

Fonte: Konstantinides SV, et al. 2019

PRINCIPAIS CONVÊNIOS

Administrador Copyright - Todos os direitos reservados 3GRAUS